Início Sociedade SIC revela – “Morte do inspector das Finanças do Cuanza Sul não foi encomenda”

SIC revela – “Morte do inspector das Finanças do Cuanza Sul não foi encomenda”

por Redação

Três cidadãos acusados de assassinarem o então inspector da Delegação Provincial das Finanças do Cuanza Sul, Rodrigo Eduardo, em Maio do corrente ano, foram apresentados pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC) de Luanda.

Victor Kavinda

O SIC apresentou quinta-feira (20), três dos seis jovens criminosos que assassinaram Rodrigues Eduardo, quando estava em investigação o aluguer milionário de viaturas e imóveis pelo Governo do Cuanza Sul.
Em declarações à imprensa, o porta-voz do Serviço de Investigação Criminal de Luanda, Fernando de Carvalho, lembrou que a vítima foi morta com um tiro de arma de fogo, no município do Cazenga, em Luanda, por supostos marginais que saquearam uma pasta da vítima que continha dois milhões de kwanzas.
O porta-voz disse que os três cidadãos nacionais, com idades compreendidas entre os 20 e 24 anos de idade, são acusados de estar envolvidos na prática dos crimes de associação criminosa, posse ilegal de arma de fogo, roubo qualificado e homicídio voluntário.
Segundo o responsável, além dos três detidos estão envolvidos outros três indivíduos que totaliza seis (6) meliantes, que estão em fuga, sendo que o SIC está a fazer diligências para localizar e prender os mesmos delinquentes.
Foi também apresentado o cidadão Ezinwa Cristian, de nacionalidade nigeriana, de 43 anos de idade, acusado de matar uma bebé de oito meses, ao desferir um golpe com um pau na cabeça da vítima, crime que aconteceu no bairro Palanca, em Luanda.
Fernando de Carvalho contou que o cidadão nigeriano num ataque de fúria começou a agredir os familiares da esposa, inclusive a sua companheira, e na sequência atingiu a vítima mortalmente com um pau na zona do crânio.
“A menor ainda foi transportada para o Hospital Geral de Luanda, onde acabou por morrer”, salientou.
Na ocasião da conferencia de imprensa, o efectivo do SIC, explicou Fernando de Carvalho, prendeu também dois supostos meliantes que assaltaram, em Julho deste ano, um armazém de roupa, no distrito urbano do Sequele, no município de Cacuaco, que resultou na morte de um segurança da referida instituição.
Fernando de Carvalho informou igualmente que o SIC desmantelou recentemente um grupo de criminosos que atuavam no município do Cazenga, com recurso a armas de fogo, tendo prendido quatro elementos da organização de malfeitores e dois estão em fuga.
Realçou que o SIC recuperou da posse deste grupo, uma arma de fogo do tipo AKM, uma pistola, um porrete e uma motorizada. Todos detidos serão encaminhados, nos próximos dias, para o Ministério Publico, no sentido de serem julgados, rematou o porta-voz do SIC.

Poderá também achar interessante