Início Sociedade Reabilitação das vias de acesso da Sapú – Kilamba Kiaxi

Reabilitação das vias de acesso da Sapú – Kilamba Kiaxi

por Redação

MORADORES SATISFEITOS MAS APONTAM ALGUMAS FALHAS 

Uma equipa técnica pertencente ao Distrito Urbano da Sapú, no Município de Kilamba Kiaxi em Luanda, deu ao  início nesta quinta feira, 16, a reabilitação das principais vias de acesso com maior incidência para os troços que liga do mercado de ” Titânica – Macon ” ao Simão Toco, do Comandante Ivady ao Encoal respectivamente, e do Kimbango ao Bakita Kossy, tendo em conta a época chuvosa que se aproxima.  

André Mavungo / 24h

Embora o grito de socorro tivesse sido respondido pelas autoridades distritais, porém, moradores em Sapú mostram – se preocupações porque  a reabilitação limita – se  apenas para a ” terraplanagem ” o que decerto poderá acarretar consequências na circulação de pessoas e bens tão logo comecem as chuvas.

” Nós os moradores em Sapú, e automobilistas, estamos gratos pela a iniciativa de Administração em pensar reparar as principais vias de acesso para permitir que as pessoas circulam tranquilamente, mas as nossas inquietações estão voltadas para não ao “asfalto”, o que teria de  garantir maior mobilidade com segurança “, admitiu Bernardo José.

Morador há 5 anos, José adiantou ao 24 horas que a ” terraplanagem” não é a solução eficaz  para banir as sucessivas inquietações e considera tratar – se de ” algumas falhas na execução da empreitada ” ,  apela a quem tem direito a rever o plano de urbanização daquela circunscrição  num curto tempo possível. 

” Eu quero compreender e espero  que as autoridades locais saibam analisar e discutir melhor sobre aquilo que são os direitos  é benefícios para as comunidades . sobretudo as estradas que são veiculos no intercambio entre pessoas para o  desenvolvimento socioecónomico “, rematou.   

Miguel Domingos, moto taxista, residente em Sapú há mais de 10 anos, mostrou – se séptico e apreensivo quanto à falta da de asfalto e reparação das valas de drenagens também um dos graves problemas que assola os munícipes tendo afirmado que a terraplanagem não se afigure nas mudanças que sepretende. 

” Administração teve uma posição aceitável mas que tivesse optado pelo asfaltos, traria bons feitos porque é a forma mais segura para  nós os moradores, a julgar pela intensidades das chuvas que caiem constantemente sobre Luanda, em particular nas zonas sub – urbanas. Portanto, o plano devia ser bem concebido “, explicou     

                       Administração tranquiliza população

Moisés Vungula, Administrador do Distrito Urbano da Sapú, adiantou ao 24 horas que o executivo acompanha ao pormenor as dificuldades por que atravessam as comunidades mas tranquilizá -las assegurando  que  há projectos em carteira e espera – se que alguns deles sejam materializados brevemente. 

” A nossa preocupação está em pé. É nosso dever como gestores públicos de servir as populações no que for possível “, frisou referindo que o primeiro passo de reparação das principais vias de acesso está consumado.

 O responsável fez saber por seu turno que os asfaltos das vias terciárias e segundarias, assim como da reabilitação das vales de drenagens  em Sapú, está ligada ao financiamento e aprovação do governo provincial de Luanda e não da responsabilidade das Administrações Distritais e Municipais.    

Poderá também achar interessante