Início Sociedade Governadora constata: Morgues de Luanda em péssimas condições para albergar cadáveres

Governadora constata: Morgues de Luanda em péssimas condições para albergar cadáveres

por Redação

Das quatro morgues visitadas no sábado, a morgue do município de Cacuaco foi a única que mereceu da governadora de Luanda alguns elogios pelo seu estado de pleno funcionamento na conservação de cadáveres

As morgues nos municípios de Viana, Kilamba Kiaxi e Talatona, com excepção a do município de Cacuaco, encontram-se sem condições apropriadas para a conservação de cadáveres, já há algum tempo, de acordo com a constatação feita pela governadora da província de Luanda, Ana Paula de Carvalho, que encabeçou uma delegação para avaliar as condições das mesmas no sábado (24).

Durante a digressão da sua jornada de campo, Ana Paula de Carvalho, passou também pela Academia do Empreendedor, recentemente inaugurada, localizada no município de Talatona, para se inteirar do seu funcionamento.

Das quatro morgues visitadas no sábado, a morgue do município de Cacuaco foi a única que mereceu da governadora de Luanda alguns elogios pelo seu estado de pleno funcionamento na conservação de cadáveres. O responsável desta morgue, Pedro de Oliveira, explicou em pormenor o seu funcionamento, passando de sala em sala para apresentar à delegação encabeçada pela governadora.

O mesmo não se verificou na morgue do município de Viana, que se encontra inoperante já há alguns anos. A morgue apresenta um estado de total abandono e vandalizada. Entretanto, está traçado um plano para a sua reabilitação, segundo a governante.

Durante a visita, “a governadora confirmou as más condições de funcionamento em que se encontram as morgues do Camama e do cemitério do Benfica, as quais carecem de intervenções urgentes, como reabilitação e outros serviços, que se impõem ao pleno funcionamento para conservação de cadáveres”.

Já para a Academia do Empreendedor, inaugurada em Abril do ano em curso pela ex-governadora de Luanda Joana Lina, a nova titular da capital do país Ana Paula de Carvalho, sugeriu ao director daquela instituição apostar também na formação de vendedores ambulantes, vulgo “zungueiras”, para que lhes possa ser ensinado a não venderem na via pública, a tratar dos seus negócios e a cuidar da própria higienização.

A acompanhar a governadora Ana Paula de Carvalho estiveram o secretário de Estado para a Saúde, Franco Mufinda, o secretário de Estado do Ministério da Saúde para Área Hospitalar, Leonardo Inocêncio, vice-governadores, administradores municipais, directores provinciais e demais membros pertencentes ao Governo Provincial.

Poderá também achar interessante