Início Sociedade De vítima em vítima: “GPL o cemitério dos governadores”

De vítima em vítima: “GPL o cemitério dos governadores”

por Redação

O Governo Provincial de Luanda (GPL), também conhecido como “cemitério dos governadores”, fez mais uma vítima. Desta feita, foi o jovem Sérgio Luther Rescova que durou muito pouco no cadeirão da Mutamba. Para o seu lugar foi nomeada a veterana Joana Lina, que até então era governadora do Huambo

Por: Licínio Adriano

Luanda é a província do país que, desde a independência, já teve mais governadores. Pelo palácio da Mutamba já passaram pessoas muito competentes e alguns incompetentes também. Contudo, ainda não se conhecem bem as razões para as constantes e repentinas mudanças. Competentes ou incompetentes, a verdade é que ninguém fica muito tempo naquela cadeira.

É na província de Luanda onde está a cidade do mesmo nome, capital do país, e está sedeado o governo central, sendo bastante problemática em todos os sentidos. Mas, pelo que se tem visto, ainda não nasceu a pessoa que irá governar Luanda como deve ser.

De acordo com notícias postas a circular, Joana Lina foi apenas nomeada para governar Luanda por Interesses do Presidente João Lourenço e do MPLA. Consta que a sua nomeação como nova governadora de Luanda terá ver com o facto de João Lourenço, passada pressão que fez contra dirigentes chegados a José Eduardo dos Santos, querer incluir no seu círculo tais figuras

Mais do que preocupação pelos problemas que Luanda atravessa, João Lourenço está mais preocupado com a sua manutenção no poder, pelo que resolveu abrandar as suas políticas iniciais, demonstrando atitudes mais subtis em relação aos que no princípio considerou como corruptos porque eram próximos de José Eduardo dos Santos.

A nomeação de Joana Lina para governar Luanda, segundo analistas do cenário político nacional, não passa de uma jogada política e que nenhum benefício trará para Luanda, porque não tem perfil para trazer inovações em termos governativos para uma província tão complexa.

Os especialistas consideram que, passado o período de graça e reabilitação que João Lourenço lhe concede, Joana Lina será a próxima vítima do cemitério GPL. 

Poderá também achar interessante