Início Política Muito dinheiro roubado ao erário público está depositado nos bancos angolanos

Muito dinheiro roubado ao erário público está depositado nos bancos angolanos

por Redação

Grande parte da carteira de depósitos dos bancos comerciais do país, resulta de actividades ilícitas, sobretudo da corrupção no sector público, denunciou um ex-quadro sênior do Banco Nacional de Angola, em conversa com o “Confidence News”.

De acordo com a fonte citada, os maiores aforradores angolanos são políticos, generais das Forças Armadas, Polícia Nacional, serviços de inteligência, juízes, procuradores, quadros superiores da administração central, ex-gestores de empresa públicas e seus familiares.

«Infelizmente, em Angola, um político, familiar ou ‘testa-de-ferro’, tem mais dinheiro aplicado num banco, que um empresário», lamentou o ex-funcionário do Banco Central.

A fonte avança ainda que entre 2002 e 2016, os bancos angolanos não questionavam a origem de fundos dos seu clientes, ate porque muitos clientes eram encaminhados aos gestores através de um membro do conselho de administração da instituição.

«O BNA sempre fechou os olhos, porque também funcionou como um centro de corrupção e nunca exerceu o seu real papel de regulador e supervisor do sector bancário», salientou.

Tais montantes em dinheiro circulavam em grandes bancos como BAI, BFA, BIC, BPC, BESA, BNI e Banco Sol, mas também em pequenos bancos que surgiram posteriormente.

O profissional bancário é de opinião que caso se queira combater verdadeiramente a corrupção e localizar os fundos desviados, devia ser criada uma comissão integrada pela Procuradoria-Geral da República (PGR), Unidade de Informação Financeira, Banco Nacional de Angola (BNA), Inspecção Geral da Administração do Estado (IGAE), para promover uma auditoria dos maiores aforradores e origem dos fundos que entraram nos bancos comerciais nos últimos 15 anos.

De acordo com a fonte, esta medida deveria abranger transferências ou depósitos acima de 10.000.000 de Kwanzas ou o equivalente em moeda estrangeira, ao câmbio da altura.

                                                                                                                           (Com Confidence News)

Poderá também achar interessante