Início Política Melhor dirigente 2020: Alberto António Bengue, PCA do Porto de Luanda

Melhor dirigente 2020: Alberto António Bengue, PCA do Porto de Luanda

por Redação

O Presidente do Conselho de Administração (PCA) do Porto de Luanda, Alberto António Bengue, é outro dirigente que o público considera como «melhor de 2020».
Desde que assumiu a direcção daquela importantíssima instituição portuária, a situação geral da empresa tem melhorado em todos sentidos. O desleixo e a balbúrdia anteriormente reinante no recinto entraram na ordem e é visível a organização que tem sido implantada em todos sectores.
O ano de 2020 foi bastante difícil em todo mundo e Angola não é excepção. Por causa das restrições impostas pela pandemia do coronavírus/Covid-19, os gestores tiveram que reiventar-se e adaptar os seus métodos para poder colher rendimentos.
Assim sendo, devido a esse factor, a produção geral do Porto de Luanda acumulada do período de Janeiro a Julho de 2020 foi de 3 587.333 toneladas e teve uma redução de 14% comparativamente ao período homólogo, ou seja, menos de 568.458 toneladas quando comparado com o mesmo período em 2019.
A queda da produção portuária está intimamente ligada ao quadro macroeconómico mundial afectado pela queda do preço de petróleo e acrescida, ou seja, agravada, pela pandemia da Covid-19.
Coincidindo assim com a declaração do Estado de Emergência em Angola, por causa da pandemia mundial da Covid-19, a produção portuária em 2020 foi reduzindo mês a mês, em Fevereiro, Março e Abril, em 5%, 6% e 14%, respectivamente.
Deste modo, verificou-se um declínio acentuado na produção no período de Janeiro a Abril deste ano, tendo atingido menos de 40% em Abril, comparativamente ao período homólogo. Esta redução está relacionada com a queda de 48% das importações de mercadorias verificadas no país no primeiro trimestre de 2020, de acordo com os dados do BNA.
Este ano, a produção portuária verificou um aumento de 28% no mês de Maio comparativamente ao mês de Abril, mas continuou abaixo da produção do período homologo em 19%, mantendo essa tendência até Junho.
Na segunda metade do ano, isto é até Dezembro, a tendência da produção foi continuar a descair, o que obrigou Alberto Bengue e sua equipa, a manobrar a situação com mestria, em meio à racionalização dos recursos humanos e da força de produção.
Um dos sectores que mereceu grande atenção do PCA Alberto Bengue é o Sistema Integrado de Segurança Portuária implementado no recinto portuário. O mesmo foi motivo de satisfação e mereceu aplausos de visitantes e de instrutores Cubanos que fizeram parte da delegação da Direcção de Informações Policiais do Comando Geral da Polícia Nacional (CGPN) que, no dia 02 de Dezembro, visitaram as instalações do Porto de Luanda.
Tem sido também destacada a aposta do Executivo na modernização do Porto de Luanda, como forma de o tornar mais competitivo, quer a nível nacional, quer a nível regional e internacional. JK

Poderá também achar interessante