Início Política José Patrício próximo PCA da Sonangol com a dura missão de resgatar a mística e o bom nome da petrolífera

José Patrício próximo PCA da Sonangol com a dura missão de resgatar a mística e o bom nome da petrolífera

por Redação

Tal como já foi avançado anteriormente, novas revelações apontam que o Presidente João Lourenço está em vias de confirmar José Gonçalves Martins Patrício como próximo presidente do Conselho de Administração da Sonangol, sucedendo no cargo, o engenheiro Sebastião Gaspar Martins

José Gonçalves Martins Patrício exerce desde 2018 o cargo de Embaixador Extraordinário e Plenipotenciário da República de Angola na Turquia e acompanhou a Luanda, o presidente daquele país, Recep Tayyip Erdoğan, que cumpriu uma visita de Estado.

Segundo informações, o diplomata regressa a Istambul para pegar os seus pertences de modo a estar de volta a Luanda, para tomar posse como novo patrão da petrolífera estatal angolana.

De 67 anos de idade, José Gonçalves Martins Patrício foi antigo secretário para informação do gabinete do Presidente José Eduardo dos Santos, tendo participado nos acordos de Bicesse em 1991, em Lisboa. Depois exerceu funções na diplomacia angolana entre 1991 a 2001, inicialmente como Representante de Angola na Organização dos Estados Americanos, seguindo-se a sua nomeação como 1º Embaixador de Angola nos Estados Unidos da América. Mais tarde e, por fim, representou o País na Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova Iorque. Depois de regressar ao país, foi a figura de renome internacional escolhida pelos britânicos  para gerir a multinacional petrolífera British Petroleum (BP Angola), retirando-se depois para a actividade empresarial privada.

Em 2016, um ano antes de José Eduardo dos Santos abandonar o poder, o nome de Patrício esteve na lista dos potenciais quadros para liderar a Endiama. Porém tal não se efectivou por se ter levantado algumas reticências.

O diplomata José Patrício prepara-se assim para ser o novo presidente de Conselho de Administração da petrolífera angolana, considerada como o maior “antro” de “mafiosos” que roubam os dinheiros públicos e desgraçam Angola e espera-se de le um aturado trabalho para devolver dignidade e isenção à empresa.

José Patrício é actualmente embaixador residente de Angola na Turquia e não residente no Irão, Iraque, Qatar e Geórgia e o Presidente João Lourenço decidiu optar por ele, tendo em consideração o novo posicionamento estratégico da petrolífera, o qual passa por se assumir exclusivamente como produtora. (Com agências)

Poderá também achar interessante