Início Política O pior governante de 2020 Job Capapinha

O pior governante de 2020 Job Capapinha

por Redação

Em 2020, Job Capapinha foi protagonista de alegados caosos de corrupção, entre outras “engenharias”, que marcaram negativamente a sua administração enquanto governador da província do Cuanza Sul.
Entre as várias acusações, destaca-se a da sobrefaturação das rendas dos edifícios alugados pelo Governo do Cuanza Sul para residências protocolares dos vice-governadores e uma em Luanda para a representação do governo, confirmada pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC).
Houve também a denúncia sobre o aluguer de viaturas, igualmente protocolares, que orçaram um valor superior ao da compra das mesmas, numa clara demonstração de prepotência, uso e abuso do erário público.
Uma comissão da Inspecção-Geral da Administração do Estado esteve a trabalhar naquela província para avaliar as várias denúncias ligadas à irregularidades na gestão de Capapinha e concluiu que tem havido realmente crime de peculato, com gestão danosa do erário público.
Outra informação dava conta que a SIC, no Cuanza Sul, emitira um mandado de revista, busca e apreensão de cartões da rede de supermercados Maxi em posse de responsáveis do Governo Provincial local.
De acordo com o mandado, os cartões estavam em nome do Palácio do Governo Provincial, da Casa Protocolar do vice-governador para o Sector Técnico e Infra-estruturas, da vice-governadora para o Sector Político, Económico e Social, do Gabinete do Governador, do secretário-geral e em nome do protocolo do Gabinete do Governador.
Job Capapinha foi ainda acusado de estar por trás da falsificação de uma dívida pública do governo provincial ao Grupo Chicoil Lda, no valor de mais de 16 mil milhões de kwanzas.
Recorde-se que Capapinha, que já foi governador da província de Luanda, deixou atrás de si um enorme rasto de acusações de actos lesivos que terá praticado enquanto gestor provincial. Segundo fonte do SIC, algumas acusações foram comprovadas e outras continuam em investigação. JK

Poderá também achar interessante