Início Mundo Morreu Daviz Simango “uma das vozes mais importantes da história política” de Moçambique

Morreu Daviz Simango “uma das vozes mais importantes da história política” de Moçambique

por Redação

O Presidente moçambicano, Filipe Nyusi, disse que o país perdeu «uma das vozes mais importantes da sua história política» com a morte de Daviz Simango, destacando uma figura que «contribuiu para a consolidação da democracia no país».

«Com a sua partida prematura, Moçambique perde uma das vozes mais importantes da história política recente do país», escreveu Filipe Nyusi, numa mensagem divulgada na rede social Facebook.

O presidente do MDM, terceira força política moçambicana, e autarca da cidade da Beira, foi transportado a 13 de Fevereiro por via aérea para uma unidade de saúde da África do Sul, devido a um problema de saúde súbito, onde acabou por falecer.

Para Filipe Nyusi, Simango teve um papel importante na consolidação da democracia em Moçambique, destacando a sua contribuição como líder de um partido de oposição e também como membro do Conselho de Estado.

«As suas contribuições criaram novos valores no espaço político nacional, que nos deram um grande avanço na consolidação da convivência pacífica e harmoniosa entre os moçambicanos», acrescentou o chefe de Estado moçambicano, endereçando condolências à família de Simango, aos membros do MDM e à cidade da Beira, uma das principais do país.

Segundo informação avançada pelo MDM, Daviz Simango, de 57 anos, sofreu uma paragem cardíaca que lhe provocou a morte, mas o partido remeteu para mais tarde quaisquer pormenores sobre o seu internamento na África do Sul, que já durava há mais de uma semana.

                                                                                                                                                    *(In Angop)

Poderá também achar interessante