Início Mundo França quer assumir protagonismo com África

França quer assumir protagonismo com África

por Redação

O Presidente francês, Emmanuel Macron, anunciou a realização, em Maio de 2021, em Paris, de uma Conferência Internacional de Alto Nível sobre o financiamento aos países africanos.

O estadista francês falava numa videoconferência com ministros das Finanças de diversos países africanos, incluindo Angola, preparatória das reuniões de Outono do Fundo Monetário Internacional/ Banco Mundial.
O objectivo, afirmou, é a mobilização de recursos para grandes projectos de desenvolvimento, investimentos públicos com envolvimento do sector privado.
O anúncio foi interpretado como o assumir, pela França, de um papel de liderança, entre os países da União Europeia, no novo acordo-quadro de cooperação ou de “aliança”, União Europeia-África, tendo-se seguido ao adiamento da Cimeira UE-África, devido sobretudo a restrições de deslocação e outras relacionadas com a pandemia de Covid-19, assim como também, por se manterem ainda questões em aberto nas negociações do acordo, estimado por especialistas como fechado em mais de 90% dos pontos.
O novo acordo-quadro atribui ao sector privado o papel de motor das relações económicas europeias com África, apoiando o desenvolvimento do continente. A presidência da UE é actualmente exercida pela Alemanha, que será sucedida por Portugal, e o adiamento reforçou perspectivas de que a Cimeira UE-África e a assinatura do novo acordo possam ter lugar durante a Presidência Portuguesa da UE, no primeiro semestre de 2021.
Contudo, a realização do evento de alto nível, denota a intenção da França chamar a si o protagonismo nas relações europeias com África. MM

Poderá também achar interessante