Início Cultura “REFOGADO” É A FAIXA MUSICAL DE PAULO BONIFÁCIO

“REFOGADO” É A FAIXA MUSICAL DE PAULO BONIFÁCIO

por Redação


O Ex-rapper Bonifácio está em estúdio a preparar alguns temas musicais, com o destaque ao, “Refogado”, a ser apresentado nos próximos tempos. A referida música está a ser gravada pela “Arca Velha” por gentiliza e apoio do artista Matias Damásio, garantiu ao Jornal 24 Horas o cantor_

Victor Kavinda

O artista preferiu manter ainda em segredo ou não adiantar sobre a gravação do disco simplesmente adiantou ter a canção promocional “Refogado”, que já passa nas diferentes estações de rádio. Caso grave um álbum pretende fazer uma abordagem aos mais variados problemas sociais e culturais vigentes na nossa sociedade.
O Ex- Rapper Bonifácio, também conhecido por Desigual, como é caracterizado nas lides da música angolana, começou a sua carreira musical nos anos 98 com o estilo RAP, pertenceu ao agrupamento de Hip Hop “Mentes Desiguais”, composto por 4 elementos, do qual, na altura, Bonifácio foi o vocalista principal.
“Devido às vicissitudes da vida tive que parar de cantar porque fazer música requer muitos custos e sem patrocínio tudo fica mais difícil. Virei o meu foco para a formação acadêmica para ter emprego, porque as necessidades pessoais e não só apertavam”.
Segundo Paulo Bonifácio, o gosto pelo estilo Hip Hop veio de músicos norte-americanos como o malogrado artista 2 Pac que ele considera uma lenda no referido estilo.
Actualmente para além do apoio solidário que teve, integram do seu trabalho artistas como Dalú Roger, Nelson Guenotraita e Tito, que trabalharam arduamente para o sucesso do mesmo “Refogado”, que já faz furou nas rádios da cidade capital e não só, carece de divulgação em outros órgãos de difusão, rádios e Tvs.
Desde o início da sua carreira, Bonifácio sempre trabalhou no sentido de dar o seu contributo ao crescimento e reconhecimento dos mais variados estilos. “Sinto que estou preparado para colocar um disco que possa trazer elementos para enriquecer a cultura angolana”.
Paulo Bonifácio realçou que está apostado na qualidade, recorrendo às novas tecnologias que têm surgido a cada dia que passa no mundo. “Está a tornar o disco dispendioso, o que leva a tanta letargia nas gravações dos temas preferidos por falta de patrocínio”.
Por outro lado, o músico afirma que tem caminhado sozinho na trilha da música, considerando-se já maduro. Voltou às lides musicais e continua com a sua carreira na vertente worldmusic.
O referido artista sublinhou que está a gravar as suas canções graças aos apoio da “Arca Velha”, mas não assinou nenhum vínculo com a referida produtora e agradece infinitamente a casa que o recebéu . Nesta altura as gravações estão a ser todas acústicas com o suporte de vários instrumentalistas.
O artista adiantou que ainda não existem grandes expectativas para o fecho do álbum, mas está com grande responsabilidade pelo facto de caminhar sozinho sem a participação de nenhum artista renomado, mas que espera por um artista que queira fazer parte do mesmo álbum discográfico, porque o mesmo está a ser trabalhado com muito amor e carinho.
Bonifácio tem grande admiração pelos artistas angolanos Paulo Flores, Matias Damásio, Prodígio e NGA. Para si, a música é um passatempo e consegue conciliá-la com o lado profissional.

Poderá também achar interessante